Portal RN Notícia
Aqui você fica bem informado

Soluções de moradia: Governo do Amazonas já beneficiou mais de 6 mil famílias reassentadas pelo Prosamin+

Obras do Governo vão além do saneamento básico e da requalificação urbanística, promovendo dignidade para a população

Levando dignidade para famílias que residiam às margens de igarapés, o Governo do Amazonas tem feito constantes investimentos, por meio do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus e do Interior (Prosamin+). Desde 2019, mais de 6 mil pessoas já foram reassentadas pelo programa, segundo dados da Unidade Gestoras de Projetos Especiais (UGPE), que apontam um investimento de R$ 54 milhões em soluções de moradia.

O coordenador executivo da UGPE, Marcellus Campêlo, explica que o Estado adota três principais tipos de soluções de moradias para atender às necessidades da população retirada das margens dos igarapés.

“Nós já reassentamos, de 2019 a 2021, mais de 6 mil pessoas dos leitos dos igarapés, com um investimento de mais de R$ 54 milhões somente na gestão do governo Wilson Lima. É uma reposição de moradia, em que temos diversas soluções para isso como indenizações, auxílio moradia, além do bônus moradia, que é quando o programa compra uma casa, a pessoa escolhe uma casa em qualquer lugar de Manaus e tem a reposição de moradias”, explicou Campêlo.

Investimentos – Dados da UGPE apontam ainda um crescimento exponencial de investimento do Estado em reassentamento. Em 2018, foi investido pela gestão anterior R$ 1.262.580,28. Já em 2019, na gestão Wilson Lima, o Governo teve o aporte de R$ 7.629.951,34, aumentando ainda mais nos anos seguintes, com R$ 32.466.031 em 2020, e 13.951.320,11 até outubro deste ano.

Para Regiane Rodrigues, que morava na área do Igarapé do Quarenta e foi contemplada com o bônus moradia, a solução oferecida pelo Governo do Amazonas trouxe dignidade e qualidade de vida para ela e seus quatro filhos pequenos. Regiane relata como era a moradia, antes da chegada do Prosamin.

“Ajudou bastante. A gente morava numa casinha de madeira, quando caía chuva molhava tudo dentro e alagava também. A gente ficava agoniado quando tinha chuva, tinha que ficar em pé, colocar lona em tudinho. E veio o pessoal do Prosamin e da Suhab, e fizeram nosso cadastramento”, relatou.

Hoje ela expressa gratidão ao Estado por ter recebido a oportunidade de residir numa área melhor. “Tenho muito a agradecer a ele, que se não fosse ele estávamos até hoje lá. Eu tenho muito a agradecer ao Wilson Lima pelo apoio que ele deu para a gente lá. Ajudou bastante a gente”, declarou a moradora.

Procedimentos – Os trâmites para reassentamento da população são realizados pelo Governo do Amazonas, em contrato com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), promovendo agilidade no processo de requalificação urbanística e também garantindo moradia digna à população amazonense.

FOTO: Bruno Zanardo/Secom