Portal RN Notícia
Aqui você fica bem informado

Justiça notifica agência Bradesco de Tefé por irregularidades

Caso o banco não cumpra as diretrizes, vai arcar com uma multa diária no valor de R$ 25 mil.

O Ministério Público do Amazonas (MPAM), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tefé, tomou uma decisão quanto a irregularidades na qualidade dos serviços pelo Banco Bradesco à população de Tefé (a 523 quilômetros de Manaus).

Caso o banco não cumpra as diretrizes, vai arcar com uma multa diária no valor de R$ 25 mil.

A medida foi tomada na sexta-feira (24/06), em Ação Civil Pública ajuizada pelo Promotor de Justiça Thiago de Melo Roberto Freire.

Os usários tefeenses do Bradesco têm se queixado do longo tempo de espera no atendimento e nos caixas eletrônicos. A apuração da má qualidade nos serviços identificou que, além de não serem abastecidas diariamente, as máquinas são abastecidas com uma quantidade muito baixa de cédulas.

Freire ressalta que, como o Bradesco se recusou a assinar um Termo de Ajustamento de Conduta para a estabilidade do problema, a escolha judicial nasceu de uma ação antiga, resultando em Inquérito Civil e, em sequência, uma Ação Civil Pública.

“A decisão do juízo determinou, além da cominação de multa diária no valor de R$ 25 mil para o caso de descumprimento, a realização de diligências visando o cumprimento, pelo réu, da liminar, como, por exemplo, a designação de Oficial de Justiça para que, durante 30 dias, duas vezes por semana, em dias alternativos, fiscalize a disposição de, no mínimo 80%, dos caixas eletrônicos em pleno funcionamento e dispostos de cédulas suficientes para saque, sob pena de suspensão de suas atividades”, explicou o Promotor.

 

Foto: Arisney Paz*

Com informações do Portal Tucumã