Portal RN Notícia
Aqui você fica bem informado

Grupo Samel se torna patrocinador oficial do Festival Folclórico de Parintins

Grupo Samel, empresa genuinamente amazonense que possui a valorização da cultura do estado como um de seus principais pilares, se torna oficialmente, a partir deste ano, patrocinador oficial do Festival Folclórico de Parintins, considerada a maior festa popular do Brasil.

Ontem, quinta-feira, 23 de março de 2022, o presidente da instituição, Luis Alberto Nicolau, visitou o município de Parintins para assinatura dos contratos de patrocínio com os presidentes dos bumbás, Antônio Andrade e Jender Lobato, do Garantido e do Caprichoso, respectivamente. De acordo com Luis Alberto, “o apoio da Samel ao Festival de Parintins está alinhado aos planos da empresa de valorizar ainda mais a cultura amazonense”.

Durante sua passagem pelo município, Luis Alberto, que esteve acompanhado de seus irmãos e diretores da Samel, Ricardo e Hiram Nicolau; do diretor médico da instituição, Dr. Teodoro Rogério Ozores; do prefeito do município, Bi Garcia; e do presidente da Maná Produções, André Guimarães; visitou o curral do Boi Caprichoso, onde assinou, junto aos membros da diretoria Jender Lobato e Karu Carvalho; e na presença dos itens oficiais Edmundo Oran (apresentador), Patrick Araújo (levantador de toadas) e Marcielle Albuquerque (cunhã-poranga); o contrato, recebendo, em seguida, uma homenagem especial.

Logo após, o presidente da Samel esteve na Cidade Garantido, onde foi recebido pelo presidente do bumbá Antônio Andrade; dos itens Israel Paulain (apresentador), Edilene Tavares (rainha do folclore), Adriano Paketá (pajé) e David Assayag (levantador de toadas), e de membros da imprensa para assinatura do contrato, sendo homenageado, em seguida, pelo boi vermelho e branco. Os contratos de patrocínio terão vigência de cinco anos a contar de 2022 e foram concretizados sem o uso da Lei Rouanet.

“Este foi um desejo que começou lá atrás, quando meu pai, Dr. Luiz Fernando, iniciou os trabalhos com as nossas empresas e buscou, sempre, valorizar o que é da nossa terra.