Portal RN Notícia
Aqui você fica bem informado

Governo do Estado repassa mais de R$ 9 milhões para OSC’s que atuam na área da assistência social

Fomento atenderá 21 instituições da capital e interior, contempladas no edital 001/2020

Fortalecendo a rede complementar de assistência social, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) repassou, nesta terça-feira (21/12), mais de R$ 9,9 milhões em recursos para 21 Organizações da Sociedade Civil (OSC’s) que atuam na capital e interior do Amazonas.

As entidades foram classificadas no Edital 001/2020 e desenvolvem iniciativas na área da Proteção Social Especial (PSE), executando serviços de média e alta complexidade. Os projetos são desenvolvidos nos municípios de Manaus, Manacapuru, Iranduba e São Gabriel da Cachoeira, totalizando 30 projetos. O fomento anunciado pelo Governo do Amazonas é aplicado anualmente nas entidades que atuam na rede complementar do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

De acordo com a secretária de Assistência Social do Estado, Alessandra Campelo, a avaliação das instituições beneficiadas foi realizada por uma equipe de profissionais, e a partir deste filtro, ficou constatada a importância do serviço para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

“São mais de R$ 9 milhões repassados para instituições que atuam em Manaus e no interior com todo tipo de serviço, atendimento a criança, idoso, adulto, adolescente, abordagem a crianças em situação de rua, pessoas em situação de rua, crianças que ficam em abrigos. A gente consegue a partir desse recurso ter a mão do Estado chegando até essas pessoas, que muitas vezes alcançam pessoas que não conseguimos”.

Ainda segundo Campelo, o fomento destinado às OSC’s nos quatro municípios garante a continuidade dos trabalhos das instituições para o próximo ano, tendo em vista as demandas surgidas por conta da pandemia de Covid-19.

“Com certeza as entidades vão ter um papel fundamental nesse momento de controle parcial da pandemia, a gente passa a ter uma situação socioeconômica muito agravada com o aumento no número pessoas em extrema pobreza no nosso estado, então as entidades vão ter um papel fundamental, a continuidade desses serviços. O fato de não ter nenhum intervalo vai garantir que milhares de pessoas possam ser atendidas”, avaliou a titular da Seas.

Atendimento – Uma das instituições contempladas pelo edital do Governo do Estado, o abrigo O Coração do Pai, localizado no bairro Japiim, zona sul de Manaus, acolhe cerca de 30 crianças de 0 a 17 anos em situação de vulnerabilidade ou que passaram por casos de violência. De acordo com a coordenadora do local, Rosângela Barros, o valor destinado é essencial para o sustento da instituição.

“Esse recurso é muito importante para que a organização continue atendendo e acolhendo crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social. É um sustento que mantém a casa, mantém as crianças com todas as suas necessidades sendo supridas, desde a alimentação até o transporte, o combustível, o pagamento dos funcionários que ali atendem as crianças. Sem dúvida esse fomento faz com que a organização realmente possa trabalhar e continuar acolhendo essas crianças”.

Thiago Gouveia, coordenador da Fazenda da Esperança para mulheres, também agradece a ajuda financeira. Para ele, o fomento garante que a instituição continue atuando a favor e resgatando pessoas com dependência química.

“Somos extremamente agradecidos por esse fomento, que oferece uma alimentação melhor, de qualidade para os acolhidos, proporciona o transporte e deslocamento para fazer todo o atendimento médico necessário. O estado tem sido parceiro dando uma atenção a essas pessoas em estado de vulnerabilidade social”, pontuou o coordenador da Fazenda da Esperança.

FOTO: Bruno Zanardo/Secom