Portal RN Notícia
Aqui você fica bem informado

Eduardo Braga é abandonado por aliados políticos e vê candidatura ao Governo do AM ir por água abaixo

Amazonas – Faltando sete meses para as eleições, o senador Eduardo Braga (MDB), vem perdendo aliados antes da definição de sua candidatura ao Governo do Amazonas. O afastamento de seus principais parceiros políticos vem enfraquecendo o candidato e o mantendo instável.

Eduardo Braga vem enfrentando uma forte barreira de rejeição entre os eleitores devido ao seu discurso sem novidades e sua imagem desgastada na política, uma vez que teve o nome envolvido em investigações da Justiça Federal. O velho conhecido na política amazonense agora vem perdendo aliados como o deputado estadual Fausto Júnior, o ex-prefeito de Coari Adail Filho (PP), o ex-vereador Geedeão Amorim e a deputada estadual Alessandra Campêlo, que deve ser a próxima a pular do barco.

Durante uma entrevista para a imprensa local, Alessandra Campêlo revelou que recebeu convites de quatro partidos para se filiar e disputar as eleições deste ano, mas ressaltou que é leal com seus aliados. A fala da deputada pode ser uma indireta para Braga, uma vez que se posicionou contra Wilson Lima, atual governador do Amazonas, a quem Alessandra é aliada.

Sem contar que a deputada licenciada Alessandra Campêlo é outra que deve deixar o MDB para se filiar ao União Brasil, atual partido de Wilson Lima.

Outra demonstração de aliança enfraquecida é o afastamento de Fausto Junior, que recentemente deixou o MDB, e seguirá no Partido Liberal (PL). Gedeão Amorim também trocou o MDB pelo Avante do prefeito David Almeida, depois de 12 anos no partido.

Adail Filho deve se filiar em breve ao União Brasil, partido do governador. O deputado federal Silas Câmaras (Republicanos). O deputado federal Silas Câmara (Republicanos), pastor da Assembleia de Deus que tem atuação política fortíssima no Amazonas, também estaria estreitando lanços com o governo de Wilson Lima.