Portal RN Notícia
Aqui você fica bem informado

Com dois de Max Nobrega, Princesa bate Fast e avança para a final do Barezão

Em jogo marcado por duas penalidades decisivas, o Princesa do Solimões venceu o Fast por 2 a 0, na tarde deste domingo (27), no estádio Gilbertão, pelo jogo de volta das semifinais do Barezão. Com dois gols de Max Nobrega, um em cada tempo, o Tubarão garantiu sua vaga na decisão do Campeonato Amazonense, onde enfrentará o Manaus, que passou pelo Nacional, no sábado (26).

A equipe de Manacapuru já havia garantido a vaga na Série D com a eliminação do Nacional nas semifinais. Com o resultado deste domingo, o Princesa também carimba seu retorno à Copa do Brasil de 2023, competição que disputou pela última vez em 2017. Já o Tricolor de Aço ficará fora das disputas nacionais da próxima temporada, tendo apenas o Campeonato Amazonense para disputar.

O jogo

Buscando ir atrás do prejuízo logo nos primeiros minutos, logo o Princesa do Solimões foi recompensado pela iniciativa. Aos 4 minutos, Carlinhos cobrou lateral para dentro da área, a defesa tirou parcialmente, Luciano foi para a bola, mas Felipe Matheus o calçou dentro da área, e o árbitro Ivan da Silva Guimarães da Junior marcou o pênalti. Max Nobrega foi para a cobrança, bateu no lado direito do goleiro Luis Miller, que ainda acertou o canto, mas não foi o suficiente para evitar o primeiro gol da equipe da casa.

Logo na sequência, tentando responder rapidamente, o Fast quase chegou ao empate. Kate fez boa jogada individual dentro da área, achou espaço para finalizar e bateu forte, a bola foi em cima do goleiro Luis Paulo, que rebateu a bola para a lateral. Após os primeiros 10 minutos frenéticos, onde ambas as equipes conseguiam achar espaços, as defesas acertaram sua marcação e o jogo ficou com concentrado no meio-campo. Atrás do placar, o Rolo Compressor tentava criar situações, mas só conseguia chegar na área do Tubarão quando tinha oportunidades de cobrar uma falta para tentar achar um atacante dentro da defesa da equipe da casa.

Espaços aparecem

Aos 36, o Fast quase empatou a partida. Sousa colocou na grande área, Chris Maranhense triscou para o meio, a bola ficou viva na defesa do Tubarão, Felipe Matheus ganhou na dívida, o volante Bandeira teve a oportunidade de marcar, mas a sua finalização foi interceptada pelo zagueiro Ivanzinho. Na sequência, o Fast criou mais uma vez. Emerson Bombado tocou por trás da defesa, Radames se posicionou bem pelo lado direito, tocou rasteiro para a grande área, o próprio Bombado recebeu, de cara para o gol, mas acabou chutando torto e a bola se perdeu pela linha de fundo.

Segundo tempo

Aos cinco minutos, um lance infantil da defesa do Rolo Compressor. Em uma jogada pelo lado direito do ataque, Dedê cruzou para a área, a bola acabou ficando com o goleiro do Fast, mas fora do lance, Max Nobrega e Yuri Mamute se estranharam e o zagueiro do Tricolor de Aço acertou um chute no atacante do Tubarão, a assistente Anny Kesy estava atenta, avisou o árbitro, que deu mais um pênalti. Novamente na cobrança, Max Nobrega deslocou o goleiro Luis Miller e ampliou o marcador no Gilbertão, assumindo a artilharia do Barezão com oito gols marcados.

Precisando empatar a partida, o Fast se mandou para o ataque. Aos 15, China fez grande jogada pelo lado direito, cruzou com jeito para a grande área, Chris Maranhense cabeceou, mas não acertou o gol e a bola se perdeu pela linha de fundo. Já na boa, o Princesa passou a buscar jogadas de contra-ataques. Aos 27, Guilherme tocou para Dedê no lado esquerdo do ataque, a defesa do Fast estava desarrumada, mas o atacante não conseguiu finalizar bem e mandou por cima do gol.

Momento do abafa

Com 33, Chris Maranhense pegou a bola pelo lado esquerdo, cruzou na área, Miliano tirou parcialmente, a bola ficou na boa para o atacante China, que arriscou uma bicicleta, a bola iria entrar, mas o zagueiro Juci tirou em cima da linha e evitou o primeiro gol do Fast. Perto dos acréscimos, o Princesa ainda teve Dedê expulso, mas com pouco tempo para fazer algo, a vaga para final ficou com a equipe da casa.

Ficha Técnica

Princesa 2 x 0 Fast (Campeonato Amazonense – Semifinais, jogo de volta)

Princesa se classifica vencendo por 3 a 2 no agregado

Princesa: Luis Paulo; Carlinhos, Eric, Rodolfo, Ivanzinho e Miliano; Baé (Juci), Toró e Dedê (expulso); Luciano (Guilherme Lima) e Max (Frank)
Técnico: Aderbal Lana

Fast: Luiz Miller; Lucas Bala, Yuri Mamute, Weverton e Sousa (Bruce); Bombado, Anderson Bandeira (Gean), Kate (Digão) e Felipe Matheus; Chris Maranhense e Radames (China)
Técnico: Alan George

(Foto: Milly Barreto) Texto Portal Acritica