Portal RN Notícia
Aqui você fica bem informado

Com campanha em crise por falta de investidores, Amazonino atrasa pagamento de páginas nas redes sociais

A três meses das eleições 2022, o pré- candidato ao Governo do Amazonas, Amazonino Mendes (Cidadania) vem enfrentando dificuldades financeiras para bancar os custos da sua campanha na corrida eleitoral. Segundo informações dos bastidores da política amazonenses, o ex-mandatário demitiu o marqueteiro gaúcho Gabriel Aquino, o mesmo que coordenou a campanha de Wilson Lima (União) em 2018, o motivo seria falta de pagamento, a informação foi exposta nesta segunda-feira (18/7).

O veterano político (Amazonino) estaria passando por uma rejeição de empresas e investidores que estão deixando de investir na campanha do ex-governador do Amazonas pelo seu quadro crítico de saúde, sem perspectivas para comandar o Amazonas e cumprir com agendas.

Além do vazamento da demissão do marqueteiro gaúcho, a empresa de campanha de Amazonino estaria devendo as páginas de fofoca pagas para divulgar informações favoráveis a sua campanha. Um print de um grupo de donos dessas páginas, mostra conversas em que comentam o atraso do pagamento.

Amazonino Mendes tem feito aparições que preocupam pelo seu quadro de saúde debilitado, inclusive informações dos próprios familiares do político apontam que o mesmo não teria mais condições de saúde para governar o Estado do Amazonas. E que a disputa pelo cargo para ser o novo chefe executivo, seria para ser encabeçado por terceiros, não mais pelo ex-mandatário